Morte de passageiro obriga avião a aterrar de emergência na base das Lajes

O homem de 84 anos estava "inconsciente e com o pulso fraco". Óbito declarado no local

Um avião da Royal Air Maroc aterrou na madrugada deste domingo na base das Lajes, na ilha Terceira, devido a uma emergência médica, mas o passageiro acabou por falecer, segundo fonte oficial da Proteção Civil dos Açores

O homem de 84 anos estava "inconsciente e com o pulso fraco", o que levou o Boing 787 da Royal Air Maroc, companhia aérea nacional de Marrocos, que vinha dos Estados Unidos da América (EUA), a aterrar de emergência na base das Lajes, às 4:42 (hora local, mais uma em Lisboa).

O passageiro foi assistido pelos Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, mas acabou por ser declarado morto no local, segundo fonte oficial do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.