Ativista invade arena do Campo Pequeno e queixa-se de agressão

Peter Janssen foi detido e levado pela polícia ao hospital depois de ter sido agredido por aficionados

A corrida de ontem à noite no Campo Pequeno, em Lisboa, ficou marcada pela invasão da arena por parte do ativista holandês Peter Janssen. Em tronco nu, mostrava as mensagens "Basta de tortura" e "Respect for animals". Os aficionados responderam com insultos e, alega o grupo Vegan Strike no Facebook, com agressões. O ativista foi detido pela PSP e notificado para comparecer hoje em tribunal por introdução em local vedado ao público.

Segundo este grupo, o ativista passou a noite no hospital, tendo realizado vários exames, entre os quais rais-X e uma TAC. No texto publicado no Facebook, o Vegan Strike Group alega que Peter Janssen foi agredido de forma "brutal e selvagem" por um grupo de sete indivíduos. "A violência com que estes cobardes cercaram o nosso colega foi terrível. Pontapés, murros e até dentadas. Não há uma zona do seu corpo que não tenha nódoas negras, arranhões ou marcas de dentes", lê-se.

A agressão terá acontecido frente à polícia, diz o mesmo texto, em que também se lê que a organização tem um vídeo para denunciar os agressores.

O intendente Hugo Palma, da Direção nacional da PSP, esclarece ao DN que "a polícia tentou protegê-lo", mas admite que até conseguir retirá-lo da praça de touros este tenha sofrido agressões, possíveis de comprovar pelas marcas que tinha no corpo.

O intendente admite que a polícia não conseguiu, até, ao momento, identificar nenhum agressor e confirma a ida ao hospital de Santa Maria, levado pela própria polícia, depois de se ter queixado de algumas dores.

Hugo Palma esclarece que o ativista foi detido porque o promotor do espetáculo, uma corrida de touros da Flash Vidas e Correio da Manhã, apresentou queixa. Peter Janssen foi notificado para comparecer hoje em tribunal. Tem seis meses para apresentar queixa pelas agressões que diz ter sofrido.

O exterior da praça do Campo pequeno costuma se palco de vários protestos antitouradas, no entanto, o intendente Hugo Palma não tem memória de um incidente como este.

Ler mais

Exclusivos