Assunção Esteves eleita presidente da AR

A juiza escolhida pelo PSD foi eleita com 186 votos e é a primeira mulher a presidir à Assembleia da República.

Ex-juíza do Tribunal Constitucional e ex-eurodeputada, Assunção Esteves sucede ao socialista Jaime Gama na presidência da Assembleia da República. Obteve 186 votos a favor, 41 brancos e dois nulos. O socialista Manuel Pizarro foi o único deputado que não participou na votação.

A nova presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, disse estar "muito satisfeita" pela eleição, considerando ter-se tratado de um "bom resultado".

A quarta melhor votação para presidente do Parlamento

A nova presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, obteve hoje a quarta melhor votação desde que o Parlamento é composto por 230 deputados, abaixo das duas eleições de Jaime Gama e da reeleição de Almeida Santos.

A candidata proposta pelo PSD obteve 186 votos, longe do melhor resultado de sempre, obtido por Jaime Gama que, em 2009, recebeu o voto favorável de 204 dos 230 deputados.

No fim da lista das votações para o cargo de presidente da Assembleia da República está o social-democrata Barbosa de Melo, que foi eleito com 117 votos a favor, à segunda volta, em 1991.

A seguir a Jaime Gama, que obteve 197 votos em 2005, na sua primeira eleição, e 204 votos em 2009, o presidente da Assembleia da República mais votado foi Almeida Santos, com 164 votos em 1995 e 187 em 1999, seguindo-se Mota Amaral, eleito com 163 votos, em 2002, e, por fim, Barbosa de Melo, com 117 votos, em 1991. Isto desde 1991, quando o número de deputados no Parlamento passou de 250 para 230.

Se for considerado o período anterior, proporcionalmente, o primeiro presidente da Assembleia da República desde 1976, Vasco da Gama Fernandes, eleito com 215 votos num total de 250 deputados, fica à frente de Almeida Santos.

Ler mais

Exclusivos