"As pessoas mudam, mas as instituições fortes permanecem"

Marcelo Rebelo de Sousa reage à demissão da administração da Caixa Geral de Depósitos

O Presidente da República considerou hoje que a demissão do presidente da administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) "não é uma questão fundamental neste dia" e afirmou que "as pessoas mudam, mas as instituições fortes permanecem".

Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a demissão do presidente da administração da CGD, António Domingues, à saída de uma sessão solene na Câmara Municipal do Porto de boas vindas aos reis de Espanha, que iniciaram hoje uma visita de Estado a Portugal.

"Acho que é uma questão que não é fundamental neste dia. Neste dia, o importante são as relações entre Portugal e Espanha, e a perspetiva de que, no futuro, há um plano, há um projeto que vai ser executado", declarou aos jornalistas.

"As pessoas mudam, mas as instituições fortes permanecem", acrescentou.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.