União dos Sindicatos da PSP pede reunião urgente ao primeiro-ministro

A USP justifica o pedido das reuniões com o facto de os sindicatos da PSP "não aceitarem" a intenção do Governo em manter congeladas as carreiras remuneratórias dos polícias no próximo ano

DN/Lusa
© ORLANDO ALMEIDA / GLOBAL IMAGENS

A União dos Sindicatos da Polícia de Segurança Pública (USP) pediu esta quarta-feira uma reunião urgente ao primeiro-ministro, António Costa, para exigir o descongelamento das carreiras dos polícias.

Os elementos da USP, estrutura que junta quase todos os sindicatos da PSP com o objetivo de defender os direitos dos polícias no que diz respeito às carreiras dos agentes, chefes e oficiais, estiveram hoje reunidos e decidiram também pedir reuniões a todos os grupos parlamentares.

Em comunicado, a USP justifica o pedido das reuniões com o facto de os sindicatos da PSP "não aceitarem" a intenção do Governo em manter congeladas as carreiras remuneratórias dos polícias no próximo ano.

Segundo a USP, a maioria dos polícias não progredi na carreira remuneratória há 12 anos.