PS consegue equilibrar as contas em 2017, PSD teve forte prejuízo

O partido de António Costa conseguiu ultrapassar a situação financeira complexa que se arrastou até 2016.

Paula Sá
António Costa conseguiu equilibrar as contas do PS© Orlando Almeida/global Imagens

Os socialistas reduziram a despesa corrente em 7,1% e tiveram um saldo positivo nas contas de 723 mil euros em 2017. Ao invés, no mesmo ano, o PSD teve um prejuízo de 2,48 milhões de euros.

Segundo o Público, além de ter reduzido a despesa corrente, o PS conseguiu baixar o endividamento global em 1,9 milhões, o que resultou em menos de 700 milhões na dívida à banca.

Depois de ter passado por um período de contas muito desequilibradas, em 2016 o partido já apresentava, segundo o mesmo jornal, um saldo positivo de mais de 255 mil euros, o que representou a primeira tendência positiva nas contas do partido desde 2012.

Ao contrário, o PSD apresentou no ano passado um prejuízo de 2,48 milhões de euros. O passivo do partido aumentou de 8,4 milhões de euros em 2016 para 14,4 milhões em 2017. Neste resultado terá pesado os encargos do partido nas eleições autárquicas.