Pedro Marques alerta para os perigos da revolução nos transportes

DN

"As transformações que estão a ocorrer na mobilidade são fundamentais para a sociedade no futuro mais próximo, criando muitas oportunidades, mas também riscos", disse hoje o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, na abertura da Lisbon Mobi Summit.

Pedro Marques apontou, desde logo, a digitalização, que "coloca enormes desafios ao mercado de trabalho, às competências da população e conduzirá à transformação dos setores mais tradicionais". Por isso e do ponto de vista político, o ministro frisou que "a reflexão deve ser orientada no sentido do que for melhor para o bem estar da sociedade e para o crescimento e competitividade da economia".

Pegando no exemplo da condução autónoma, Pedro Marques lembrou que se é verdade que trará ganhos em matéria de eficiência e segurança, pode ter efeitos negativos como perda de postos de trabalho, o mesmo acontecendo com os veículos partilhados, que podem afastar pessoas dos transportes públicos coletivos. Ora, defende, "os transportes públicos coletivos vão continuar a ser necessários". Por isso, o governante defende que na discussão da mobilidade do futuro, "é fundamental planear cenários alternativos, sempre num quadro de grande flexibilidade, com soluções complementares e integradas, adaptadas às necessidades de cada um".

Veja o vídeo com a intervenção do ministro