Lusodescendente assassinado em assalto a restaurante madeirense em Caracas

Renny Teixeira Rodriguez tinha 25 anos de idade. Terá tentado resistir aos assaltantes e foi morto a tiro

Lusa
© REUTERS/Ueslei Marcelino

Dois homens armados assaltaram no domingo em Caracas, na Venezuela, um restaurante de madeirenses e assassinaram um lusodescendente de 25 anos de idade.

Segundo fontes policiais, o assalto ocorreu pouco depois das 17:00 locais (21:30 em Lisboa), quando dois homens armados entraram ao restaurante Rey David, em Los Palos Grandes (leste de Caracas) e tentaram roubar os clientes.

No local encontrava-se o lusodescendente Renny Teixeira Rodriguez, filho dos donos do restaurante, que, segundo relatos, tentou resistir e foi atingido a tiro pelos assaltantes.

Várias fontes dão conta de que a vítima vivia nos Estados Unidos e estava de visita a Caracas.

O Rey David é um conhecido restaurante propriedade de empresários naturais de Santana, na ilha da Madeira.

O caso está a ser investigado pelo Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (CICPC, antiga Polícia Técnica Judiciária) da Venezuela.