DECO alerta consumidores para perigo da baixa de juros

Segundo a informação divulgada pela associação o cenário de juros muito baixos pode representar uma "verdadeira armadilha"

Lusa
Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, e Vítor Constâncio, vice-presidente© REUTERS/Kai Pfaffenbach

A DECO divulgou, esta quarta-feira, um comunicado em que considera o reforço das medidas monetárias pelo BCE, que deverá fazer baixar os juros dos depósitos para próximo de zero, pode representar "uma verdadeira armadilha" para os investidores, levando-os a arriscar as poupanças em produtos complexos.

O aconselhamento financeiro da Proteste Investe avisa os consumidores para o perigo dos juros muito baixos, nomeadamente nos depósitos, que pode criar nos pequenos investidores "desilusão com o rendimento dos produtos tradicionais" e levar "à tomada de riscos inconscientes".

A DECO pede aos investidores que não se deixem "iludir" por produtos mais complexos que ofereçam melhores remunerações e avisa que o "risco pode ser muito elevado e estar disfarçado pela complexidade do produto", lembrando que "basta uma má decisão para pôr em risco todas as suas economias".

Por outro lado, a associação de defesa ao consumido aconselha a que qualquer decisão que passe pela aposta em produtos mais complexos, como ações ou outros, seja tomada de forma consciente e avaliando os riscos.

O alerta da DECO surge depois de na semana passada, o Conselho de Governadores do BCE ter decidido cortar todas as suas taxas de juro, passando a taxa diretora para 0%, um novo mínimo histórico, e aumentando o valor que os bancos pagam para pôr dinheiro no banco central para 0,4%.