Um terço da Comissão Executiva de Cristas são mulheres

As eleições para os órgãos nacionais decorrem domingo de manhã entre as 09:00 e as 12:00

Ricardo Simões Ferreira
Lamego, 10/03/2018 - 27 Congresso do CDS/PP em Lamego. Assunção Cristas. (Octavio Passos/Global Imagens)© Octavio Passos/Global Imagens

Isabel Galriça Neto, Graça Canto Moniz e Raquel Vaz Pinto são as novidades na lista proposta pela atual direção do CDS-PP à Comissão Executiva do partido, composta por um terço de mulheres.

De acordo com a lista a que a Lusa teve acesso, o órgão restrito de direção do CDS-PP, que será eleito domingo no 27.º Congresso, mantém Nuno Melo, Adolfo Mesquita Nunes e Cecília Meireles como vice-presidentes.

A lista para a Comissão Executiva proposta pela atual direção não inclui Miguel Moreira da Silva, que integra o Gabinete de Estudos e é vereador na câmara de Lisboa, e Manuel Isaac, empresário agrícola e antigo líder da distrital de Leiria.

Isabel Galriça Neto é médica, especialista em cuidados paliativos, e deputada à Assembleia da República, destacando-se no combate à eutanásia e pela dignidade em fim de vida, enquanto Raquel Vaz Pinto é professora de Relações Internacionais e tinha integrado a Comissão Política no anterior Congresso, a convite de Assunção Cristas.

Graça Canto Moniz é doutoranda na área da proteção de dados e já integrava o Gabinete de Estudos desde a presidência de Paulo Portas.

João Rebelo, que será o novo coordenador autárquico, Nuno Magalhães, líder parlamentar, Pedro Morais Soares, secretário-geral, Álvaro Castelo Branco, Domingos Doutel, Filipe Anacoreta Correia e Ana Rita Bessa mantém-se na Comissão Executiva.

As eleições para os órgãos nacionais decorrem domingo de manhã entre as 09:00 e as 12:00, no Pavilhão Multiusos de Lamego, Viseu.