Câmara do Porto chumbou proposta do PS para reduzir IMI para taxa mínima

Presidente da autarquia votou contra

Lusa
© Global Imagens

A Câmara do Porto chumbou hoje, com oito votos contra, dos independentes de Rui Moreira e de dois dos três vereadores do PSD, a proposta do PS para baixar o IMI de 0,324% para a taxa mínima de 0,3%.

Na reunião camarária pública de hoje, a proposta de redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) mereceu os votos favoráveis dos três vereadores do PS, do vereador da CDU e da vereadora do PSD Andreia Júnior.

O presidente da câmara, o independente Rui Moreira, justificou o voto contra com o facto de, com base na nova lei das finanças locais, a autarquia estar a estudar uma aplicação mais diferenciada de impostos e receitas municipais.

Na votação, acompanharam a posição do autarca os vereadores eleitos pela lista independente e os vereadores do PSD Ricardo Valente, que tem a cargo o pelouro da Economia, e Amorim Pereira.