Passos diz que obra de Rui Rio no Porto "orgulha a todos" no PSD

Rui Moreira "geriu uma herança e aproveitou um ambiente favorável" criado pelo Turismo, mas sem trabalhar para o futuro, considerou Passos Coelho

DN/Lusa
O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho acaompanhado pelo candidato do PSD à Câmara do Porto, Álvaro Almeida © MIGUEL A. LOPES/LUSA

O líder do PSD elogiou esta sexta-feira a obra que Rui Rio deixou na Câmara do Porto, dizendo que "orgulha a todos" no partido, e reafirmou que Álvaro Almeida foi "uma boa escolha" para o combate autárquico nesta cidade.

Numa ação de campanha no centro do Porto ao lado do candidato independente apoiado por PSD e PPM, Passos Coelho foi questionado sobre a menor mobilização desta iniciativa - uma visita à Torre dos Clérigos - comparada com outra, na semana passada, em que Rui Rio esteve ao lado de Álvaro Almeida, mas escusou-se a fazer esse tipo de comparações.

O doutor Rui Rio foi um grande presidente da Câmara do Porto, exerceu o mandato durante 12 anos, deixou uma obra assinalável, parecer-me-ia natural que ele pudesse ser conhecido por essa sua obra aqui no Porto que nos orgulha a todos no PSD

O líder social-democrata reiterou a sua confiança em que o partido fez "uma boa escolha" ao apoiar Álvaro Almeida nestas autárquicas e criticou o que foi feito nos últimos quatro anos.

"Não quisemos agir nesta matéria com nenhum calculismo, quisemos apresentar realmente uma alternativa para o Porto", disse, considerando que o atual presidente, Rui Moreira, "geriu uma herança e aproveitou um ambiente favorável" criado pelo Turismo, mas sem trabalhar para o futuro.

No final da iniciativa, Passos ainda entrou numa casa típica de venda de licores e brindou com Álvaro Almeida com um Porto de 1977.

O candidato à Assembleia Municipal do Porto, Pedro Duarte, estava um pouco reticente quanto à bebida alcoólica, mas acabou por se juntar ao brinde.

"Saúde, votos, e de preferência uma boa vida. Uma vida boa", desejou Passos Coelho.

São candidatos à Câmara do Porto o independente Rui Moreira (atual presidente), apoiado pelo CDS-PP e MPT, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas realizam-se no próximo domingo.