António Mexia: Mobilidade elétrica é irreversível

DN

"A mobilidade elétrica é uma tendência irreversível e está a acontecer a uma velocidade que muitos não esperavam", disse o presidente da EDP, António Mexia, no arranque da Lisbon Mobi Summit.

O gestor comparou a surpreendente rapidez desta nova vaga com o que aconteceu há cerca de 12 anos com as energias renováveis. "Pensava-se que era algo marginal e hoje é central", disse, revelando que a EDP é hoje o quarto maior produtor no mundo em energias renováveis. Uma posição em linha com o compromisso europeu de redução de 85% das emissões até 2050.

Considerando que a mobilidade elétrica vai conduzir a grandes alterações na sociedade e na economia, criando oportunidades de negócio, António Mexia abordou também a necessidade de alterações na legislação e fiscalidade. Lembrando que a área da mobilidade vai atrair investimentos de muitos milhões de euros, o presidente da EDP deixou um recado ao governo: "Só haverá investimento se se perceber o enquadramento e houver estabilidade de regras".

Veja o vídeo com a intervenção na íntegra.