Altice diz que contactou em janeiro homem que andou a pé 2 quilómetros para ligar ao INEM

Empresa refere ainda que 99,5% dos clientes de linha fixa afetados pelos incêndios têm os seus serviços repostos

Rui Salvador
© Arquivo Global Imagens

Depois de ter sido noticiado pelo ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, que a Anacom estaria a fiscalizar casos de falhas de funcionamento nas zonas afetadas pelos incêndios, a Altice afirmou esta sexta-feira que a totalidade da rede móvel e fixa afetada pelos incêndios está "reconstruída" e que apenas 0,5% dos clientes de linha fixa ainda não têm a situação resolvida.

"A Altice Portugal reitera que 100% da sua rede de comunicações fixa e móvel afetada pelos incêndios está reconstruída, tendo inclusivamente feito um investimento de expansão de fibra ótica nestes concelhos, com uma cobertura em média de mais de 50% do seu território. À data de hoje, cerca de 99,5% dos clientes afetados pelos incêndios tem os seus serviços repostos", lê-se num esclarecimento feito pela empresa.

É também explicado que a "maioria das ligações que faltam efetuar se devem à incapacidade de chegar ao contacto com vários clientes".

Ainda segundo a Altice, esta última situação terá sido o caso do idoso do concelho da Sertã, Castelo Branco, não conseguiu pedir socorro ao ver a mulher caída no chão, a meio da noite, por não ter o telefone fixo ativo e saber apenas usar o telemóvel para receber chamadas. Segundo foi noticiado esta sexta-feira, o homem de 79 anos teve de percorrer mais de dois quilómetros a pé para pedir auxílio. Mais de uma hora depois, as autoridades tentaram reanimar a mulher, mas já não conseguiram salvá-la.

Na referida nota enviada ao DN, a Altice diz que "foram mantidos contactos com o cliente em causa, tendo este sido contactado pela Altice Portugal no dia 5 de janeiro de 2018, sem sucesso. Posteriormente, foi enviada uma carta para a sua habitação, a 12 de janeiro de 2018, no sentido do cliente entrar em contacto com a Altice Portugal, para ser feito o agendamento da reposição do serviço. Não tendo a Altice Portugal registo de qualquer contacto do cliente para confirmar e efetivar esse agendamento".

"A Altice Portugal garante que o local onde habita o cliente tem cobertura de rede móvel, sendo possível efetuar chamadas com sucesso e qualidade", lê-se também.

A empresa ressalva ainda que "tomou a iniciativa de enviar uma comunicação a todos os presidentes dos municípios e a mais de quatro centenas de presidentes de Juntas de Dreguesia dos concelhos afetados pelos incêndios, a 31 de janeiro de 2018".