AMI ajudou mais de 14 mil pessoas em 2011

O número de pessoas que procura ajuda junto da Fundação de Assistência Médica Internacional (AMI) tem vindo a aumentar consideravelmente desde 2008. Só no ano passado, a AMI apoiou 14 mil pessoas. A região do Grande Porto registou um aumento de 109% desde 2008.

De acordo com dados da AMI, os pedidos de ajuda aos serviços sociais da fundação atingiram, no decurso do último ano, o valor mais elevado de sempre. "Dados provisórios relativos ao ano passado apontam pela primeira vez para mais de 14 mil pessoas apoiadas", refere a AMI numa nota de imprensa.

Quanto comparado com 2008 regista-se um aumento de 85% dos pedidos de ajuda, já que, naquele ano, foram cerca de sete mil as pessoas que procuraram apoio junto da fundação.

A nível geográfico, no Grande Porto (Porto e Vila Nova de Gaia) a pobreza mais do que duplicou (109%) entre 2008 e 2011, enquanto na Grande Lisboa (Almada, Cascais, Chelas e Olaias) registou-se um aumento de 71%.