Advogados dão show contra a leucemia

A décima edição do Rock'n'Law já tem causa associada. Neste ano, as receitas do concerto que junta os maiores escritórios do país vão ajudar a Associação Portuguesa contra a Leucemia

A celebrar uma década de vida, o Rock'n'Law já escolheu a causa que vai apoiar no concerto deste ano. Desta vez, em outubro, as bandas compostas por advogados dos maiores escritórios do país vão tocar para apoiar a Associação Portuguesa contra a Leucemia (APCL).

"A cada ano surgem entre 60 a 100 novos casos de Leucemias em Portugal e a natureza do tratamento obriga a criar respostas para os doentes que são obrigados a deslocar-se da sua cidade para travarem a luta contra a doença. A oferta pública de alojamento para doentes com cancro é escassa e a lista de espera extensa", explica a organização, para justificar a escolha desta entidade para receber as receitas arrecadadas pelo Rock'n' Law. O donativo financiará parcialmente a reabilitação de um prédio junto ao Instituto Português de Oncologia."Através da APCL, vamos contribuir para a construção da casa Porto Seguro em Lisboa, que permitirá a doentes hemato-oncológicos deslocados e com carência económica e respetivos familiares ter o alojamento necessário na fase do tratamento."

"A Casa Porto Seguro, em Lisboa, é um projeto da APCL que permitirá a doentes deslocados e com carência económica e respetivos familiares, ficar num local seguro e onde poderão receber todo o apoio que necessitam, durante o período de tratamentos necessários à recuperação", esclarece Carlos Horta e Costa, vice-Presidente da Associação.

Desde a primeira edição, em 2008 no BBC e que contou com pouco mais de mil pessoas (o número duplicou), o Rock'n'Law é responsável por ter entregado a projetos de solidariedade social mais de 500 mil euros. Neste ano, sob o mote #alutaedetodos, o objetivo repete-se mas ainda com mais ambição por isso a festa será a maior da história do concerto, com um cartaz que inclui nove bandas de sociedades de advogados e um DJ a animar a festa, além de "muitas outras novidades" que a organização desvendará mais perto da data no site do Rock'n'Law.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.