10 de junho. Marcelo recusa convidar autoridades brasileiras

O Presidente da República vai, com o primeiro-ministro, celebrar o 10 de junho junto de comunidades emigrantes no Brasil

"Não há convites a autoridades" brasileiras para se juntarem às comemorações portuguesas do 10 de Junho em São Paulo e no Rio de Janeiro.

A informação foi hoje avançada pelo Presidente da República, numa conferência de imprensa em S. Jorge, Açores, onde fez, com o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, o balanço da sua visita de seis dias a sete ilhas do arquipélago.

O 10 de Junho no Brasil será "uma celebração de portugueses com portugueses", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa. O Presidente sublinhou no entanto que, estando num país estrangeiro, as autoridades locais poderão sempre aparecer, e isso ele e Costa "terão de levar em conta".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.