Aprovada a audição urgente ao ex-comandante da Proteção Civil. PS absteve-se

António Paixão saiu do cargo ao fim de cinco meses

Foi hoje aprovada a audição que o CDS pediu com caráter de urgência ao ex-Comandante da Proteção Civil, António Paixão. Com a abstenção do PS.

Na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias apenas a bancada socialista se absteve na votação, com BE, PCP, CDS e PSD a votarem favoravelmente e ficando agora a diligência dependente da disponibilidade de agenda do anterior comandante operacional nacional da ANPC.

António Paixão, que estava no cargo há cinco meses, pediu a sua "exoneração do cargo por motivos pessoais", entrou, a semanas de se iniciar a época dos incêndios, em choque com Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros, apurou o DN. Para o seu lugar, o governo designou o coronel do exército José Manuel Duarte da Costa.

Contactado pelo DN no dia em que a situação foi noticiada, Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros, afirmou que a demissão de António Paixão "é uma atitude de honestidade, de dignidade. As pessoas quanto sentem que não estão devidamente capacitadas para o exercício de uma função e tomam uma atitude dessas é uma atitude de enaltecer, de saudar".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.