"Indignados" cantam contra a austeridade no Porto

Pouco mais de meia centena de pessoas cantaram hoje várias músicas de intervenção em frente à câmara do Porto, numa manifestação do movimento "Os Indignados Portugal" contra as medidas de austeridade económica.

Entre canções de José Afonso ou temas de intervenção espanhóis e italianos, o coro composto por pessoas de várias gerações foi coordenado por Ana Pinto, maestrina que em 2012 pôs manifestantes de todo o país a cantar o tema "Acordai", de José Mário Branco.

"Tenho vindo a intervir nas manifestações sempre com cânticos", disse Ana Pinto aos jornalistas, explicando que os temas "servem para nutrir de um modo muito belo a união", pelo que deverá cantá-los em várias manifestações que prevê que tenham lugar em 2013, a começar pela manifestação agendada para 02 de março.

"Estaremos presentes ainda com mais repertório", garantiu a maestrina, que tem vindo a reunir e a convidar membros para o coro de intervenção desde o início de janeiro.

Esta iniciativa do movimento "Os Indignados Portugal" inseriu-se num conjunto de manifestações agendadas para várias cidades do país.

Em Lisboa, a concentração prevista para as 15:00 na Praça dos Restauradores não teve qualquer expressão.

Junto ao obelisco comemorativo da Restauração de 1640 não estiveram mais de uma dezena de pessoas, duas delas empunhando cartazes em que se lia "Relvas vai estudar" e "Tirem-me deste filme".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG