Identificados suspeitos do homicídio de casal português em Angola

Polícia angolana garante estar no encalço de duas pessoas em suspeita de ajuste de contas

A polícia angolana já identificou dois suspeitos do homicídio de um casal português, em abril, em Luanda, disse hoje fonte policial à agência Lusa.

Sem adiantar mais pormenores, por o caso estar em investigação, a fonte explicou que a polícia já está no encalço de duas pessoas suspeitas da morte do casal português, assassinado numa via rápida da capital angolana.

O crime ocorreu quando o casal seguia na sua viatura, na estrada Luanda-Viana, com o filho, tendo sido surpreendidos por homens encapuzados que atiraram contra os mesmos.

O filho saiu ileso, o pai morreu no local e a mãe acabou por falecer numa unidade hospitalar da cidade, onde foi socorrida.

Durante a ação nada foi roubado, pelo que a polícia suspeita de um ajuste de contas.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.