Homem acusado de matar mãe conhece hoje sentença

O Tribunal da Lourinhã agendou para hoje a leitura do acórdão do caso de um jovem acusado de matar a mãe com uma catana, para o qual o Ministério Público pediu uma pena superior a 20 anos.

O arguido, de 28 anos, está acusado de um crime de homicídio qualificado, furto qualificado e detenção de arma proibida, crimes pelos quais foi pronunciado e tem vindo a ser julgado.

No dia 27 de março de 2013, dentro da casa da família, o acusado terá desferido golpes de catana, por três vezes, na cabeça da mãe, de 53 anos, que se encontrava sentada ao computador, de costas, alegadamente por esta não lhe dar dinheiro para satisfazer os seus prazeres.

De seguida, ter-se-á apoderado da sua carteira, de um relógio e de anéis em ouro, no valor de dois mil euros, tendo para o efeito cortado dois dedos da mão para os conseguir tirar.

Está ainda acusado de usar mil euros do cartão de crédito, de ter furtado 2.000 euros em dinheiro.

A mãe foi encontrada morta pelo marido e pai do arguido no final desse dia dentro da própria casa, no Casal das Campainhas, Lourinhã, enquanto o jovem foi detido duas semanas depois do crime pela Polícia Judiciária.

O pai, sobre o qual recaem acusações do arguido de ser o autor do crime, e a única irmã pedem em tribunal uma indemnização de 350 mil euros, cada um.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG