Há uma lista negra de infratores espanhóis nas autoestradas portuguesas

A dívida ascende aos 80 milhões de euros e as concessionárias apertam o cerco para garantir o pagamento das passagens irregulares pela Via Verde.

As concessionárias das antigas Scut estão a apertar o cerco aos veículos com matrícula estrangeira, principalmente espanhola. Segundo o Jornal de Notícias, uma das estratégias passa por coordenar brigadas de fiscalização com operações da GNR, para assim tentar apanhar os infratores.

Este plano surge depois da Brisa ter articulado com uma empresa de cobranças portuguesa e um gabinete de advogados em Huelva, Espanha, e que tem permitido chegar a milhares de condutores que passaram na Via Verde sem pagar, durante vários anos.

Segundo o jornal já existe uma lista negra de devedores em Espanha. Na Brisa estima-se que 300 mil matrículas estejam nessa lista. Os condutores espanhóis devem pelo menos 80 milhões de euros de portagens por pagar em Portugal.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.