Guardia Civil pede à população pistas sobre sequestradores de médico

A Guardia Civil espanhola difundiu hoje, através das redes sociais, fotos dos dois homens considerados perigosos que terão sequestrado um médico de Arcos de Valdevez, apelando à população para participar às autoridades se os avistarem.

Na mensagem, aquela polícia informa que os dois suspeitos, ambos espanhóis e que descreve de "muito perigosos", viajam numa viatura de marca Mercedes, furtada, de matrícula portuguesa.

A Guardia Civil apela à população da zona de Tui, junto a Valença, para comunicar o eventual avistamento do carro diretamente para o número de emergência daquela força policial, divulgando por isso, na mesma mensagem, as fotos dos dois suspeitos, ambos com cadastro.

Fonte policial explicou à Lusa que o médico, com mais de 60 anos, foi abordado cerca das 21:00 de quinta-feira, quando saía de um supermercado de Arcos de Valdevez, onde reside, por três homens, de cara destapada e que o obrigaram a entrar na viatura de gama alta em que se fazia transportar.

Fugiram entretanto para a Galiza, Espanha, através de Valença.

As operações de controlo de viaturas pela Guardia Civil estão a decorrer em vários concelhos e junto à fronteira.

Em causa estará um crime de 'carjacking', roubo com violência da viatura, associado a outro de sequestro do médico, que continuará retido pelos assaltantes.

A Polícia Judiciária portuguesa está envolvida nesta investigação desde a madrugada.

As autoridades espanholas não confirmam o envolvimento do terceiro suspeito do assalto e sequestro, referido por testemunhas em Arcos de Valdevez.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG