29 dezembro 2014 às 19h04

Greve na hotelaria da Madeira "é inevitável", diz sindicato

A paralisação está marcada para os dias 30 e 31 de dezembro e 1 de janeiro, quando as unidades hoteleiras registam uma ocupação superior a 90%.

/img/placeholders/redacao-dn.png
Lusa
/img/placeholders/redacao-dn.png
Lusa