Greve na CP e Refer não provocará grandes perturbações

A maioria dos comboios deverá circular hoje, podendo ocorrer perturbações pontuais nos serviços urbanos e regionais devido à greve convocada pelos trabalhadores da CP e da Refer contra os cortes salariais e as privatizações previstas para o setor.

Fonte oficial da CP - Comboios de Portugal adiantou à Lusa que a empresa está preparada para realizar a maioria dos comboios no dia da greve, admitindo que esta pode causar, no entanto, perturbações e supressões pontuais nos serviços urbanos de Lisboa e Porto e no serviço regional da linha do Minho, Oeste e Ramal de Tomar.

Também a Refer, empresa gestora da rede ferroviária nacional, não antevê grandes impactos na circulação de comboios, tendo em conta o histórico de adesão à paralisação.

A greve de 24 horas dos trabalhadores da CP, Refer e CP Carga é um protesto contra os cortes salariais de que foram alvo e contra a intenção do Governo de privatizar/concessionar as empresas.

Em declarações à agência Lusa, o coordenador do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF), José Manuel Oliveira, disse que em cima da mesa estão "o roubo dos salários", o incumprimento dos acordos de empresa e a entrega das empresas a privados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG