Greve fecha metro a partir das 23h30 de hoje

O Metropolitano de Lisboa deve parar a partir das 23h30 de hoje e só reabre na sexta-feira às 06:30 devido à greve de 24 horas dos trabalhadores na quinta-feira, indicou a empresa em comunicado.

Na nota, publicada na página da Internet do Metropolitano de Lisboa, a empresa afirma que se "prevê a paralisação do serviço de transporte do metro, a partir das 23h20, do dia 30 de outubro [quarta-feira] e durante todo o dia 31, estando prevista a normalização do serviço da empresa a partir das 06h30 do dia 01 de novembro [sexta-feira]".

O Conselho de Administração lamenta as perturbações e reitera o "empenho na prossecução das medidas necessárias que garantam a sustentabilidade e a qualidade do serviço de transporte" que disponibiliza.

O Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social (CES) não decretou serviços mínimos para a greve dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa, na quinta-feira, ao contrário do que tinha decidido há 15 dias e levou à suspensão da greve.

A Carris, que foi fundida com o Metro de Lisboa, informou que vai reforçar quatro carreiras na quinta-feira, em percursos coincidentes com os eixos servidos pelo Metropolitano de Lisboa. São elas as carreiras 726 (Sapadores-Pontinha Centro), 736 (Cais do Sodré-Odivelas), 744 (Marquês de Pombal-Moscavide) e 746 (Marquês de Pombal-Estação Damaia).

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa agendaram uma greve de 24 horas para quinta-feira, depois de 36 organizações sindicais e comissões de trabalhadores do setor dos transportes terem decidido avançar com uma quinzena de greves, entre a próxima sexta-feira e dia 08 de novembro, contra as propostas do Orçamento do Estado para 2014.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG