Governo: Visitas de Sócrates a Madrid e Berlim não foram surpresa

As visitas de José Sócrates a Madrid e Berlim não foram "nenhuma surpresa" para o Governo, afirmou hoje em Paris o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

"Não houve nenhuma surpresa", declarou Pedro Passos Coelho sobre as duas visitas do seu antecessor à Espanha e à Alemanha, na semana passada.

"O meu gabinete teve conhecimento com bastante antecedência de que o engenheiro José Sócrates pretenderia apresentar, digamos, as suas despedidas a vários líderes europeus", incluindo José Luiz Zapatero e Angela Merkel, explicou Pedro Passos Coelho.

"Tivemos a informação da parte das autoridades de qualquer destes países, ainda no final de Julho e depois pelos meios diplomáticos quando as reuniões ficaram confirmadas", acrescentou o primeiro-ministro.

Pedro Passos Coelho falava aos jornalistas no final da conferência internacional de apoio à 'Líbia Nova', que reuniu em Paris líderes e governantes de cerca de 60 países.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG