Governo está a acompanhar situação e irá avaliar estragos

O Governo está a acompanhar a evolução dos estragos causados pelo mau tempo dos últimos dias e fará uma avaliação dos eventuais prejuízos, disse hoje à Lusa fonte oficial do Ministério da Agricultura.

"Estamos a acompanhar no terreno a evolução das situações afetadas em estreita articulação com as autarquias, a Proteção Civil e demais autoridades competentes", avançou a fonte do ministério.

"Em sede própria será feita uma avaliação concertada dos eventuais danos", acrescentou.

O mau tempo da última semana, com chuvas fortes e rajadas de vento, tem provocado inúmeros cortes de estradas, isolamento de povoações, deslizamentos de terra e inundações de casas e campos agrícolas.

Hoje de manhã, as povoações de Valonguinho, distrito de Viseu, e de Reguengo do Alviela, em Santarém, estavam isoladas e várias estradas e pontes tinham sido cortadas nos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Setúbal, Santarém, Viseu, Évora, Lisboa, Leiria e Portalegre.

No distrito de Santarém, onde tem havido maior incidência de registos de inundações, estadas cortadas e campos alagados, espera-se para hoje um agravar das dificuldades, já que o caudal do rio Tejo deverá subir nas próximas horas.

Nos Açores, a Federação Agrícola anunciou que vai pedir ao Governo Regional uma duplicação dos 500 mil euros que já tinham sido disponibilizados para ajudas ao setor por causa dos danos causados pelo mau tempo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG