Gangues e violência são imagens ainda associadas à Zona J de Chelas

Gangues formam-se por afinidades familiares, clubísticas ou escolares. Miguel surge envolvido no 'grupo de Chelas'

A tarde ia a meio quando a PSP surgiu para uma acção de rotina na Zona J de Chelas, onde nasceu o jogador Miguel. Mas, passados uns minutos, já era impressionante a cena de pancadaria que envolvia agentes e moradores.

Este cenário de violência, registado a 21 de Abril do ano passado, é recorrente no bairro que, em 1999, o filme de Leonel Vieira deu a conhecer aos portugueses, e onde só os residentes ousam entrar. A zona é agora conhecida por Bairro do Condado, e permanece notícia pelas piores razões, seja por actos de violência seja pelos sarilhos em que se envolvem os seus mais famosos residentes.

O internacional Miguel vem com frequência à ribalta, envolto em escaramuças com os velhos amigos de infância, embora resida em Valência, Espanha, onde representa o clube da cidade.

Soou também notícia da morte de Nuno Rodrigues, o homem que na madrugada de 15 de Março foi morto a tiro por um agente da PSP em Lisboa. Nascido no bairro, era conhecido no hip hop nacional como MC Snake, sobretudo pela parceria com o rapper e produtor Sam The Kid (Samuel Mira).

Os enormes blocos coloridos que se erguem na Zona J foram construídos nos anos 80 pelo arquitecto Tomás Taveira. Entre os prédios existe o famoso "corredor da morte", que acolhia os toxicodependentes, prostitutas, jovens problemáticos do bairro, e onde se registaram algumas mortes. O corredor está em fase de demolição por iniciativa da Câmara de Lisboa.

Mas não há notícia de extinção dos gangues. Eles permanecem e actuam fora do bairro, nomeadamente na Margem Sul. Formam- -se por afinidades: colegas de escola, simpatias clubísticas, proximidades familiares. Quando vem a Portugal, Miguel integra o grupo dos seus amigos de infância de que fazem parte também os seus dois irmãos, Dadinho e Dudu, o seu primo, e o amigo de infância Lamini Biai. São conhecidos no meio como o "grupo de Chelas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG