Funcionário ao serviço da EDP morre em Góis

Um funcionário de uma empresa ao serviço da EDP morreu na madrugada de hoje no concelho de Góis quando procedia à reparação de uma linha elétrica destruída por um incêndio, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra, o funcionário estava em cima de um poste de alta tensão na localidade de Roda Cimeira quando, cerca da 01:15, sofreu uma descarga elétrica que o projetou para o solo, numa queda de cerca de 15 metros.

A mesma fonte adiantou que o óbito do eletricista foi declarado no local por uma equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), que ainda procedeu a manobras de reanimação na vítima.

O Comando de Coimbra da GNR adiantou ainda à Lusa que o funcionário tinha 22 anos e residia no concelho da Lousã.

A presidente da Câmara Municipal de Góis, Lurdes Castanheira, disse hoje à Lusa que o incêndio que lavra desde terça-feira à tarde naquele concelho e dado como dominado hoje às 10:30 da manhã queimou cerca de mil hectares, o equivalente a mil estádios de futebol.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG