Federação reúne-se com ministro para avaliar concurso

A Federação Nacional de Educação (FNE) reúne-se terça-feira com o ministro da Educação para avaliar os resultados do concurso de colocação de professores nas escolas, que deixou de fora 5.147 docentes face ao anterior ano letivo.

Segundo a FNE, o encontro com o ministro da Educação vem no seguimento de um pedido de reunião, solicitada na passada quinta-feira, com caráter de urgência, para avaliar e "refletir sobre os resultados do concurso de colocação de professores" para ano letivo 2012/2013, nomeadamente "quanto às respostas educativas que ele vai permitir no próximo ano letivo e o grau de precariedade que a ele está associado".

A vinculação extraordinária de professores é outro dos temas deste encontro tendo a FNE já feito saber que vai exigir ao MEC a vinculação de 12 mil professores com mais de 10 anos de serviço.

Na reunião a federação pretende ainda abordar a eventual existência de um projeto de diploma para regular a mobilidade especial dos docentes, considerando a FNE que "não se justifica a existência de um diploma que regule esta matéria especificamente para os docentes, tendo em conta a legislação já existente para a Administração Pública, onde aqueles se enquadram".

O Ministério da Educação anunciou na sexta-feira a contratação de 7.600 professores para o ano letivo de 2012/2013, menos 5.147 face a 2011/2012.

Em comunicado, a tutela informou que dos 51.209 candidatos sem vínculo à Função Pública que se apresentaram ao concurso para contratação inicial ou renovação do contrato, apenas ficaram colocados 7.600, o que representa em 2012/2013 menos 5.147 professores contratados face ao ano letivo passado, em que entraram, nesta fase, 12.747 docentes sem vínculo nas escolas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG