Explosão de granada fere dois paraquedistas em Tancos

Uma granada de mão deflagrou hoje durante uma ação de instrução na Escola de Tropas Paraquedistas no Polígono de Tancos, em Vila Nova da Barquinha, o que causou hoje ferimentos a dois militares, um deles com maior gravidade.

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz do Exército, tenente-coronel Jorge Pedro, referiu que a explosão ocorreu às 14:30 naquele concelho do distrito de Santarém, durante uma ação de instrução, tendo o ferido mais grave ficado com ferimentos num dos dedos de uma mão.

"O comandante de pelotão, um alferes de 24 anos, foi o militar que ficou com maiores sequelas após a deflagração de uma granada de mão de instrução que estava a manusear. Os ferimentos são numa das mãos, nomeadamente num dos dedos, e está em observações no Hospital de Abrantes, não inspirando cuidados de maior", informou.

O porta-voz do Exército disse ainda que também um soldado instruendo foi transportado para aquela unidade hospitalar, com uma "pequena escoriação na face", tendo tido alta médica imediata.

Os feridos foram transportados para o Hospital de Abrantes pelos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG