Estudantes vão poder estagiar na indústria farmacêutica

Os estudantes de farmácia vão passar a poder estagiar na indústria farmacêutica, que conta conseguir receber por ano cerca de uma centena de estagiários, segundo a associação do sector.

A associação da indústria farmacêutica (Apifarma) e a Ordem dos Farmacêuticos assinam na quinta-feira um protocolo que permitirá estágios curriculares e profissionais a estudantes da área de farmácia, que até aqui apenas fazem estágios nas farmácias hospitalares ou farmácias de rua. Segundo estimativas da Apifarma enviadas à agência Lusa, a indústria espera receber cerca de uma centena de estagiários anualmente.

As empresas farmacêuticas passam a disponibilizar vagas nas várias áreas de acordo com as necessidades e é feito um cruzamento com a disponibilidade e interesse dos estudantes de ciências farmacêuticas e dos jovens farmacêuticos. Actualmente, cerca de mil estudantes concluem o mestrado integrado em ciências farmacêuticas nas nove faculdades que lecionam este curso. Segundo números oficias, há em Portugal quase 13 mil farmacêuticos e no ano passado registaram-se 686 novas inscrições na Ordem.

A actividade da indústria farmacêutica em Portugal representa um contributo de 2,8 por cento para o PIB e 500 milhões de euros em exportações. No protocolo estão ainda envolvidas a Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos e a Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia, a Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos (APJF) e Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia (APEF), a quem cabe fazer a divulgação destes estágios aos estudantes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG