Espiões portugueses 'incomodaram' políticos

"O que aconteceu em Portugal foi que os agentes de um serviço de inteligência e as suas operações, se tornaram incómodas para certos sectores políticos", declara Eric Frattini, escritor de 'best-sellers' de espionagem, sobre o caso do ex-super-espião Jorge Silva Carvalho, numa grande entrevista ao Quociente de Inteligência, o suplemento de cultura do DN.

O novo livro que Frattini vai lançar em Portugal, "CIA- As Jóias de Família", com um prefácio do ex-diretor do SIED, revela operações ultrasecretas da CIA, como assassinatos de líderes políticos e experiência com drogas alucinogénias. Perito em terrorismo islâmico, investiga, colabora com as maiores agências de inteligência e garante que as 'secretas' portuguesas estão "ao nível das melhores do mundo" . Conta como conheceu Silva Carvalho e acredita que o seu prefácio vai provocar "muitas dores de barriga a políticos portugueses".

Leia a entrevista completa no Quociente de Inteligência

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG