Escolas evacuadas em Elvas devido a sismo

Segundo o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Elvas, não se registaram danos

As escolas de Elvas foram evacuadas na sequência do sismo registado esta manhã com epicentro em Arraiolos, com 4,9 de magnitude. Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Elvas, a comunidade escolar colocou em prática o que aprendera recentemente numa ação de prevenção em caso de terramoto.

De acordo com Tiago Bugio, alunos, docentes e pessoal auxiliar da escola secundária D. Sancho II e as escolas de Santa Luzia e da Boa Fé saíram das instalações e a população em geral foi para a rua quando sentiu o abalo.

"Não temos registo de danos", salientou o comandante dos bombeiros da cidade de Elvas, uma das regiões onde mais se sentiu o sismo. "Sentimos bem, até o barulho", disse, referindo que o quartel é uma estrutura anti-sísmica.

O responsável recorda que recentemente foi realizada nas escolas a ação "A Terra Treme", um exercício organizado anualmente pela Autoridade Nacional de Proteção Civil que pretendia alertar e sensibilizar a população sobre como agir antes, durante e depois da ocorrência de um sismo, e que as indicações dadas à comunidade escolar foram seguidas.

Um sismo de magnitude 4,9 na escala de Richter com epicentro a cerca de oito quilómetros Norte-Nordeste de Arraiolos foi hoje sentido, às 11:51, em Portugal continental, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Exclusivos