Empresas compensadas pelo atraso nos aumentos de preços

O Governo vai compensar as empresas de transportes pelo adiamento de Janeiro para Fevereiro da entrada em vigor dos aumentos dos preços dos passes e dos bilhetes, disse à Lusa o presidente de Transportadores Rodoviários Pesados de Passageiros (ANTROP).

"Houve uma conversa com o secretário de Estado [das Obras Públicas, Transportes e Comunicações] em que fomos informados que a actualização de preços passaria de Janeiro para Fevereiro", afirmou Luís Cabaço Martins.

O presidente da associação que representa as empresas privadas de transporte rodoviário de passageiros disse que o Governo justificou o adiamento da entrada em vigor dos novos preços com o facto de "pretender fazer alterações à estrutura tarifária".

"O Governo disse que seríamos compensados por este adiamento", acrescentou Cabaço Martins.

Questionado sobre as possíveis formas de compensação, o presidente da ANTROP não avançou pormenores, referindo apenas que a associação pediu uma reunião com o secretário de Estado.

Cabaço Martins disse que só hoje é que as empresas foram informadas que os novos preços não iriam entrar em vigor a 01 de Janeiro, mas sim no início de Fevereiro.

No final da semana passada, várias empresas de transportes publicaram anúncios na imprensa a informar os passageiros que a partir de 01 de Janeiro seriam cobrados novos preços, sem terem sido informadas pelo Governo dos novos valores.

Ao abrigo da legislação em vigor, "as empresas devem publicar num dos jornais mais lidos da região o preçário ou aviso do local onde aquele se encontra à disposição do público, com a antecedência mínima de 10 dias".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG