Empresário reclama 201 mil euros pela ideia dos hotéis de Cristiano Ronaldo

Processo está em tribunal. Paulo Inácio diz que a ideia dos hotéis foi sua, Gestifute contrapõe.

Um empresário da Póvoa de Santa Iria, Vila Franca de Xira, diz que a ideia de fazer uma cadeia de hotéis com a imagem de Cristiano Ronaldo foi sua e, por isso, exige em tribunal uma indemnização de 201 mil euros ao jogador português e à Gestifute, a empresa que gere a sua carreira, por alegado "aproveitamento indevido" de uma ideia de negócio, explica o Jornal de Notícias.

Em janeiro de 2015, o empresário Paulo Inácio ligou para a Gestiftute para marcar uma reunião com Jorge Mendes e, após vários contactos, terá explicado à sua secretária, em traços largos, a sua ideia. Recebeu depois um email de Luís Correia, diretor-geral da Gestifute, que lhe pedia detalhes sobre o assunto. Paulo Inácio não chegou a responder ao mail nem teve nenhuma reunião com os responsáveis da Gestifute mas diz que ficou surpreendido quando, em dezembro desse ano, viu noticiada a parceria de Cristiano Ronaldo com o Grupo Pestana. Avançou para tribunal e pede uma indemnização de 201 mil euros.

Porém, segundo o Jornal de Notícias, a Gestifute alega que os contactos com o Grupo Pestana se iniciaram muito antes desse contacto de Paulo Inácio, e apresenta documentos que o comprovam. Por isso, a empresa também faz um pedido de indemnização de 5 mil euros por "litigância de má-fe".