Empresa garante que lotes com preservativos contrafeitos não se vendem em Portugal

Marca pede, no entanto, atenção aos consumidores, pedindo que caso seja encontrada alguma embalagem com defeito, esta seja devolvida no estabelecimento onde foi comprada.

A empresa que detém a marca de preservativos com produtos contrafeitos, detetados na Polónia, esclareceu hoje que não existem artigos dos lotes com defeito à venda em Portugal, mas pede atenção aos consumidores.

"Os produtos contrafeitos que entraram ilegalmente no mercado polaco são cópias das embalagens Durex polacas (escritas em polaco). Nenhum dos lotes detetados na Polónia como produto contrafeito foi colocado no mercado Português. Além disso, os invólucros dos preservativos Durex genuínos, apresentam, além do número de lote e prazo de validade, a marcação CE 'CE 0120'- omissa no produto contrafeito", lê-se num comunicado da RB, a empresa que detém a marca de preservativos em causa.

A autoridade que regula o setor do medicamento (Infarmed) alertou hoje para a existência de preservativos contrafeitos de uma marca e modelos comercializados em Portugal.

Numa circular informativa, o Infarmed informa que "a autoridade competente da Polónia detetou a existência de preservativos da marca Durex contrafeitos". Em causa estão lotes dos modelos Durex, Durex Extra Safe, Durex Classic e Durex Pleasuremax.

Em Portugal são vendidos os modelos Durex Extra Safe e Durex Pleasuremax, os quais são comercializados com as designações Durex Extra Seguro e Durex Dame Placer, respetivamente.

Ainda que garanta que os lotes com defeito detetados na Polónia não estão à venda em Portugal, a empresa pede atenção aos consumidores. "Apesar de nenhum dos lotes detetados na Polónia como produto contrafeito ter sido colocado no mercado Português, caso encontre alguma embalagem ou lote contrafeito, aconselhamos que [a] devolva [ao] estabelecimento onde foi adquirido, para que possa ser recolhido e destruído", lê-se no comunicado.

A empresa, que aconselha "à denúncia e devolução de qualquer produto contrafeito", criou uma linha de apoio aos consumidores, "com profissionais especializados disponíveis para esclarecer todas as dúvidas", com o número 800 203 300.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG