Duarte Lima responde a juiz sobre homicídio de Rosalina

Duarte Lima, ex-deputado do PSD acusado no Brasil pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, vai ser ouvido nos próximos dias por um juíz das varas criminais, em Lisboa, sobre o crime em Saquarema.

A Procuradoria-geral da República (PGR) portuguesa recebeu ontem a carta rogatória enviada pelas autoridades brasileiras para que o arguido, que está atualmente em prisão domiciliária, seja interrogado pelas autoridades portuguesas, no âmbito do processo a decorrer na justiça brasileira.

Em causa o homícidio de Rosalina Ribeiro, ocorrido em 2009, no qual Duarte Lima foi constituído arguido em 2011 e depois acusado de homicídio qualificado, encontrando-se já em julgamento, na fase de instrução. "Deu entrada na Procuradoria Geral da República um pedido de auxílio judiciário no âmbito do qual foi solicitado o interrogatório de Duarte Lima", segundo fonte do gabinete de Joana Marques Vidal garantiu ao DN.

"Atendendo à fase em que se encontra o processo brasileiro, posterior à dedução de acusação pela prática de crime de homicídio, e após confirmação junto das autoridades brasileiras, o pedido foi enviado às varas criminais de Lisboa para execução", explica a mesma fonte. Esta será a primeira vez que Lima será ouvido pelas autoridades portuguesas.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG