"Drone" da Marinha cai ao mar à primeira tentativa

O ministro da Defesa elogiou esta quarta-feira o projeto de desenvolvimento de um aparelho não tripulado para a Marinha, no quadro de uma parceria com a empresa tecnológica portuguesa Tekever.

Na visita à base naval do Alfeite, José Pedro Aguiar-Branco - acompanhado pelo chefe do Estado-Maior da Marinha, almirante Macieira Fragoso -, Aguiar-Branco assistiu à apresentação do drone e previu que o aparelho "vai ser altamente eficaz nas missões que a Marinha tem de cumprir".

Segundo a Lusa, o drone poderá efetuar "missões de busca e salvamento, fiscalização das pescas, apoio ao combate à poluição e à segurança marítima" - que são todas realizadas sob autoridade civil e não da Marinha.

Após uma primeira tentativa falhada, devido a um "erro de lançamento" do fuzileiro, o drone aguentou-se no ar e cumpriu o plano de voo previamente definido pelo centro de operações. "Isto justifica que é sempre necessário investir muito no treino para que na hora certa as missões não falhem", observou o ministro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG