Doente morre após queda do sexto andar em Tomar

Um doente que estava internado no Hospital de Tomar caiu ontem do sexto andar e acabou por morrer na sequência da queda.O hospital já abriu um processo de inquérito.

O homem, que teria 37 anos, terá caído pelas 11.30 e estava internado compulsivamente no serviço de psiquiatria. Ao fim de alguns dias, terá tentado fugir, segundo o jornal O Mirante, destruindo a janela com uma prateleira.

Fonte do Centro Hospitalar do Médio Tejo, a que pertence esta unidade, confirmou em comunicado que o doente "forçou os meios de proteção do quarto e tentou encetar a fuga com recurso a lençois".

Após manobras de reanimação encetadas pelo Serviço de Urgência do Centro Hospitalar Médio Tejo e INEM, o doente acabou por morrer. "O CHMT lamenta este óbito e decidiu abrir um processo de inquérito para o apuramento dos factos".

O DN questionou o hospital sobre a inexistência de grades protetoras na janela, mas a resposta sobre isso foi omissa. Fonte oficial referiu que "o projeto de construção do Hospital de Tomar, inaugurado em 2003, contemplou mecanismos de segurança que eram adequados para a instalação do serviço de psiquiatria no 6.º piso do edifício".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG