Doente morre após falta de viatura médica de emergência

Um homem de 39 anos morreu sem ter tido acesso a cuidados de uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER), que esteve parada por falta de médico entre as oito e as dez da manhã.

É mais uma falha do INEM, desta vez ocorrida nas Caldas da Rainha. O pedido de socorro foi feito porque o doente estava com hemorragias e a entrar em paragem cardiorrespiratória. Acabou por ser mobilizada uma ambulância dos bombeiros, sem assistência médica, que o levou ao hospital, onde acabou por morrer.

A vítima era casada com uma enfermeira que trabalhava no bloco operatório do Hospital das Caldas da Rainha. O hospital confirma que a VMER esteve paralisada durante duas horas

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG