Distração de condutora provoca ferimentos graves numa mulher

Uma possível distração da condutora de um ligeiro terá estado na origem dos ferimentos graves provocados numa mulher de 42, que viu a viatura embater de forma violenta contra uma árvore.

"Foi uma operação complicada porque o choque foi muito violento. Estivemos a desencarcerar a vítima, que esteve sempre consciente, durante cerca de 20 minutos", explicou ao DN fonte dos bombeiros de Monção.

O despiste aconteceu cerca das 11.30 de quinta-feira, na estrada municipal que passa pela freguesia de Lara, naquele concelho. "O carro ficou irreconhecível, praticamente destruído por completo, dada a força do choque", acrescentou a fonte. Fonte do INEM, que coordenou a operação, explicou que a vitima "estava em estado grave, com traumatismos no tórax e membro superior direito. Mas não corre risco de vida".

Depois do primeiro socorro no local, com meios dos Bombeiros Voluntários de Monção e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida de Valença, a mulher foi transportada por um helicóptero do INEM diretamente para o Hospital de Viana do Castelo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG