Diretor-geral da Administração Eleitoral Jorge Miguéis mantém-se no cargo

O Ministério da Administração Interna (MAI) esclareceu hoje, terça-feira, que o ministro, Rui Pereira, não aceitou a demissão do director-geral da administração eleitoral, Jorge Miguéis, apresentada depois dos problemas com os portadores de cartões do cidadão nas eleições presidenciais.

O MAI tinha divulgado, em comunicado, que Rui Pereira tinha aceitado a demissão do diretor-geral da Administração Interna, Paulo Machado, mas a nota era omissa quanto ao pedido de demissão que também tinha sido apresentado pelo diretor-geral da Administração Eleitoral, Jorge Miguéis.

Fonte oficial do Ministério esclareceu à Lusa que o ministro não aceitou o pedido de demissão de Jorge Miguéis, que se mantém no cargo.

Para o cargo de diretor-geral da administração interna foi convidado o procurador da República Jorge Costa, atualmente a exercer funções no Tribunal do Trabalho, tendo já sido pedida autorização ao Conselho Superior do Ministério Público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG