Detidos já foram a tribunal

Os oito detidos na sequência de investigações a várias farmácias, por suspeita da prática de crimes de falsificação de documentos, burla qualificada e de associação criminosa contra o Estado, já foram apresentados no Tribunal Central de Instrução Criminal.

Num comunicado hoje divulgado, a Polícia Judiciária (PJ) refere que "os detidos foram apresentados no Tribunal Central de Instrução Criminal, tendo em vista o primeiro interrogatório de arguido detido".

Fonte judicial adiantou à Lusa que os suspeitos serão ouvidos durante a tarde.

 Na nota, a PJ refere ainda que na operação de buscas que decorreu na quarta-feira foram apreendidas quatro viaturas.

 A operação foi conduzida pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e resultou de denúncias feitas pelo Ministério da Saúde relacionadas com comparticipações fraudulentas de medicamentos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG