Deputada com álcool julgada em "processo sumaríssimo"

O Ministério Público (MP) requereu o julgamento, em "processo sumaríssimo", da deputada do PS Glória Araújo, pelo crime de condução de veículo em estado de embriaguez, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a PGDL, o processo seguiu para julgamento no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, depois de a deputada ter sido indiciada por conduzir com uma taxa de álcool no sangue (TAS) de 2,11g/litro, segundo o teste feito no local da ocorrência, a 04 de janeiro de 2013.

A PGDL lembra que o Ministério Público requereu e foi autorizada pela Assembleia da República o levantamento da respetiva imunidade parlamentar.

O requerimento do Ministério Público tem a data de 29 abril de 2013, informou hoje a PGDL na sua página da Internet.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG