Críticas à nomeação de Ricardo Rodrigues para o CEJ

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) manifestou hoje indignação pela "falta de juízo crítico" da Assembleia da República ao escolher o deputado socialista Ricardo Rodrigues para o Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários.

Em comunicado, a direcção do SMMP afirma que o deputado está "pronunciado pela prática do crime de atentado à liberdade de imprensa", prevendo-se para breve o seu julgamento.

Segundo o sindicato, tais circunstâncias "colocam dúvidas relevantes sobre a sua idoneidade para ocupar tal importante lugar" na escola de formação de magistrados.

A nomeação de Ricardo Rodrigues para o Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários foi hoje publicada em Diário da República.

Farão ainda parte do Conselho Geral António Agostinho Cardoso da Conceição Guedes, como efectivo, e como suplentes Américo Fernando de Gravato Morais e Pedro Filipe Simões Alves.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG