Costa portuguesa está sem radares

Portugal está sem qualquer rede de radares a controlar a sua costa marítima.

A antiga rede (LAOS) foi desactivada porque enfrentava sucessivos problemas técnicos. A nova rede (SIVICC), por sua vez, ainda não foi instalada.

O Ministério da Administração Interna minimiza esta situação, alegando que, num período em que os radares antigos já praticamente não funcionavam, as apreensões de droga e pescado ilegal subiram.

Por enquanto, a costa é guardada por dois (dos futuros 28) radares, patrulhas e com recurso à observação feita com binóculos.

Leia todos os pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG