Costa adoeceu e cancelou agenda desta quinta-feira

Por motivos de saúde, António Costa cancelou a agenda do dia que incluía a inauguração da Cidade do Futebol, a apresentação aos parceiros sociais do Programa Nacional de Reformas e o Conselho de Ministros.

A cerimónia, a partir das 14:30, está integrada na comemoração do 102.º aniversário da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o complexo vai albergar a nova sede federativa e um centro de treinos das seleções nacionais.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa estará na inauguração da Cidade do Futebol, no Alto da Boa Viagem, em Oeiras. O primeiro-ministro, António Costa, devido a doença, uma gripe, não estará presente.

Em maio, Cidade do Futebol vai servir de base aos trabalhos da seleção portuguesa antes da participação no Euro2016, que vai ser disputado em França, entre 10 de junho e 10 de julho, e no qual a equipa das 'quinas' integra o Grupo F, juntamente com Islândia, Hungria e Áustria.

O primeiro-ministro, António Costa, também não apresentará hoje o Programa Nacional de Reformas 2016-2020 aos parceiros sociais, que inclui, na sua maioria, objetivos que já eram conhecidos anteriormente, do Programa de Governo ou do OE2016.

O Programa Nacional de Reformas, a aplicar até 2020, envolve um investimento de cerca de 12.500 milhões de euros (entre 10.500 milhões de euros do Portugal 2020 e 2.000 milhões do Plano Juncker).

O programa, que será objeto de discussão pública, envolvendo partidos e a concertação social, nas próximas semanas, terá de ser entregue pelo Governo em Bruxelas até ao final de abril, articulado com o documento congénere da vertente orçamental, o Programa de Estabilidade.

Exclusivos