Costa acusa Governo de "embuste" e "mentira" sobre devolução da sobretaxa

O secretário-geral do PS critica governo por ter dito que contribuintes iriam recuperar 36% do total da sobretaxa em 2016

O secretário-geral acusou hoje o Governo de ter criado antes das eleições "a mentira" e o "embuste" de que os contribuintes iriam recuperar 36 por cento do total da sobretaxa de IRS em 2016.

António Costa fez estas acusações ao Governo liderado por Pedro Passos Coelho numa reunião plenária com militantes socialistas de Lisboa, quando se referiu à mais recente estimativa de que a devolução da sobretaxa de IRS em 2016, de acordo com a fórmula de cálculo da Direção Geral de Contribuições e Impostos, será igual a zero.

Numa referência a recentes ataques ao PS feitos pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, o líder socialista reagiu: "Quando os ouço falar em fraude, só me lembro daqueles eleitores que acreditaram nas notícias que foram dadas a poucas semanas das eleições, segundo as quais a gestão financeira tinha sido tão boa, que o país tinha os cofres tão cheios, que 36 por cento [da sobretaxa de IRS] seriam recuperados pelos contribuintes", apontou António Costa.

Para o secretário-geral do PS, "tratou-se de uma mentira, porque afinal hoje sabe-se que não se vai recuperar nem um cêntimo da sobretaxa de IRS".

"Isso foi uma mentira, foi um embuste. Temos de mudar de política", acrescentou o secretário-geral do PS.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG